Quinta-feira , 16 de Dezembro DE 2010

A Ceia de Natal

Os alunos do 9ºS também quiseram desejar um Feliz Natal aos alunos da Escola Básica Integrada Quinta de Marrocos. Fomos até à sala de convívio onde foi montada uma mesa com a ceia de Natal. O Tiago, o Nuno e a Ana Filipa quiseram falar do que estava em cima da mesa, alguns dos pratos e doces típicos do Natal.

 

Aqui fica o vídeo que fizemos e o desejo de um Bom Natal para todos!

 

 

 

 

 

publicado por Maria do Céu Gomes às 21:36

Feliz Natal em LGP

Os alunos do 8ºS fizeram um pequeno filme, onde cada um se apresenta e diz a idade. No final, a Elisabete, o Luís, o Miguel, o Pedro e a Vanessa desejam um Feliz Natal para todos!

 

 

 

publicado por Maria do Céu Gomes às 19:45
Quinta-feira , 09 de Dezembro DE 2010

And the Winners are…

No dia 7 de Dezembro, decorreu no auditório de Paranhos a entrega dos prémios para os alunos premiados com os melhores calendários do Halloween. Foi uma cerimónia bonita, que encheu de orgulho todos os que nela participaram. E o Tiago Palma do 9ºS lá esteve, com os professores e com a família a apoiá-lo.

 

Parabéns Tiago!

 

publicado por Maria do Céu Gomes às 22:16
Segunda-feira , 06 de Dezembro DE 2010

Dia Mundial da Luta Contra a SIDA - reflexão

"Se voltasse atrás fazia tudo igual. Mas agora com preservativo"

(Por Romana Borja-Santos, em Glasgow)

 

Rui é um dos quase cinco mil portugueses com mais de 50 anos a quem foi diagnosticada sida. É toda uma realidade nova: aprender a envelhecer com a doença

 

Rui entra na atabalhoada sala repleta de medicamentos da instituição onde vive e confirma o que os olhos esverdeados translúcidos já tinham denunciado. "Olhe que eu sempre fui um homem bastante vivido e mulherengo", atira, como que a justificar que a cadeira de rodas que tenta posicionar não fez sempre parte da sua vida, que já soma 70 anos. A cadeira passou a ser sua companheira pouco tempo depois de ter tido o primeiro de três acidentes vasculares cerebrais. Desmaiou em casa e acordou no Hospital dos Capuchos, em Lisboa. As análises ao sangue complicaram o cenário: VIH positivo. "Soube há mais de seis anos que tenho sida. Logo eu, que achava que isso era coisa de toxicodependentes e de homens que andam com homens."
(…)
Comportamentos de risco
Rui, agora que já sabe como se transmite a doença, admite que teve "comportamentos arriscados". Casou ainda na casa dos 20 anos "depois de ter vivido muito", teve duas filhas e divorciou-se pouco depois. Somaram-se várias namoradas e relações ocasionais, de onde resultou um terceiro filho, agora com 18 anos. Era um galã. "Nos tempos de tropa fui eu que consegui andar com a menina da tabacaria, que era a moça mais jeitosa da zona."
O antigo segurança já perdeu as contas ao número de relações sexuais que teve. "Nunca fui assim com uma mulher com maus preparos. Escolhia sempre as mais ajeitadinhas e era o preferido das prostitutas, porque nunca fazia nada sem lhes oferecer comida e saber que não tinham fome", conta. Preservativo? "Na altura não se usava. Eu achava que isto da sida era para quem se drogava. Sempre tive muita sorte com as moças. Não tinha a aparência que tenho agora..."
(…)
Mas Rui não guarda rancor e assegura que toma "sempre todos os remédios" para "ainda andar cá mais uns anos". Quando tem problemas fala com a sua médica (agora é seguido no Hospital Egas Moniz) e garante: "Se voltasse atrás fazia tudo igual. Mas com preservativo."

Jornal Público, 01.Dez.2010

 

 

Para veres a notícia na totalidade, clica aqui: http://jornal.publico.pt/noticia/01-12-2010/se-voltasse-atras-fazia-tudo-igual-mas-agora--com-preservativo-20734567.htm

 

 

“Na altura, o Rui não sabia que qualquer pessoa podia ter SIDA. Andou com muitas miúdas sem tomar precauções, sem usar o preservativo, porque achava que não precisava! Mas a SIDA pode ser de qualquer um e temos que ter sempre muito cuidado e andar protegidos. Sem fazer análises, não sabemos se a pessoa com quem namoramos tem alguma doença…

O preservativo não é a única coisa importante. Temos que pensar bem no que fazemos e não agir no “calor do momento”… O que sentimos tem que estar de acordo com aquilo que pensamos!"

 

E tu, que usas o Facebook, aproveita e torna-te amigo! http://www.facebook.com/ligacontrasida

 

Ana Filipa e Nuno

publicado por Ana Filipa às 15:12
Quinta-feira , 02 de Dezembro DE 2010

Semana da Leitura

 

 

De 22 a 26 de Novembro, decorreu em Paranhos a Semana da Leitura. Os alunos surdos do 8ºS e do 9ºS foram a algumas aulas de turmas de ouvintes contar histórias criadas por eles e falar da importância da leitura e da escrita.

Os alunos do 8ºS contaram uma história criada por eles na disciplina de Português. Enquanto os alunos gestualizavam, a intérprete traduzia para voz. A propósito da história, falou-se um pouco sobre as diferenças existentes entre a estrutura da língua gestual e a estrutura da língua portuguesa. Os alunos ouvintes tiveram ainda a oportunidade de ver dois filmes criados a partir de histórias dos alunos. Foi ainda mostrado aos alunos ouvintes o blog criado pelos alunos surdos para o intercâmbio escolar com a Escola Básica Integrada Quinta de Marrocos, de Lisboa.

Os alunos do 9º ano leram em LGP um texto sobre a importância da leitura e da escrita “A magia da escrita”. Foram entregues cópias do texto aos alunos ouvintes, que ficaram de ilustrar o texto em casa. Esses desenhos serão depois digitalizados e apresentados à comunidade educativa.

Os alunos surdos deram alguns testemunhos das suas vivências, nomeadamente no que concerne a sua experiência escolar. Uma aluna falou da época em que frequentou outra escola, inserida numa turma de ouvintes. Falou das suas dificuldades e do que sentiu quando veio para Paranhos. Falou ainda da forma como aprendeu a Língua Gestual Portuguesa. Os alunos ouvintes foram muito interventivos, colocando várias questões. Foi uma experiência muito interessante de enriquecimento mútuo para todos.

 

Fica aqui a história escrita pelo 8ºS:

 

A Bruxa Paula

 

Era uma vez uma bruxa que vivia num castelo sempre rodeado de nuvens negras e trovões. Dentro do castelo havia muitas aranhas, morcegos, abóboras e um grande caldeirão preto onde ela fazia poções para poder voar na sua vassoura. O castelo era guardado por enormes corvos pretos com olhos vermelhos.

Na véspera do Dia das Bruxas, a bruxa Paula foi descansar, pois estava muito cansada por ter estado todo o dia a fazer poções. Depois de ter dormido um bom sono, a bruxa Paula comeu uma sopa de olhos verdes e como sobremesa abóbora com asas de morcego. Para finalizar, pegou num copo e foi ao caldeirão e encheu-o de poção e bebeu-a de um só trago. Entretanto, subiu para a sua vassoura, a janela abriu-se e ela saiu voando através do céu estrelado em direcção à aldeia.

Quando lá chegou, lançou uma magia e aquela aldeia desapareceu, surgindo no seu lugar uma outra muito mais bonita. Os habitantes quando acordaram repararam que esta aldeia estava diferente: ali os homens podiam trabalhar, não havia fome nem pobreza. Para festejar esta mudança os aldeões fizeram uma grande festa que durou três dias.

 

                                                          Luís, Miguel, Vanessa, Pedro e Elisabete                                        

     

publicado por Maria do Céu Gomes às 17:53

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

  • Olá!Visualizei agradada a vossa narrativa poética....
  • Olá a todos!As respostas não vim dar, o trabalho d...
  • Olá artistas!Fizeram coisas bonitas de se ver!Gos...
  • Olá malta de todos os tamanhos, de todas as formas...
  • Gostei!...E acho que a GAIVOTA que "adora o sol e ...

mais comentados

arquivos

tags

links

participar

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro